Posted by : Leo Augusto segunda-feira, 9 de agosto de 2010

DIAGNÓSTICO:

Determinar qual o fator causador da Classe II subdivisão, por meio do exame clínico frontal do paciente. Observando o posicionamento das linhas médias dentárias superior e inferior, em relação ao plano sagital mediano:

Classe II - Subdivisão: TIPO 1 - Apresenta uma coincidência da Linha Média Superior com a linha Média facial e desvio da Linha Média Inferior. O Molar inferior está, geralmente, distalizado no lado da Classe II.


Classe II - Subdivisão: TIPO 2 - Apresenta uma coincidência da Linha Média Inferior com a Linha Média facial e desvio da Linha Média Superior. O Molar superior está mesializado no lado da Classe II.

Classe II – Subdivisão: TIPO COMBINADO – Linhas médias superior e inferior desviadas

PROTOCOLOS DE TRATAMENTO:

TIPO 1
- PACIENTES NA DENTIÇÃO MISTA: 
Aparelhos funcionais removíveis ou fixos.

- PACIENTES NA DENTIÇÃO MISTA COM PROTRUSÃO E/OU AUSÊNCIA DE SELAMENTO LABIAL:  
Extrações de 3 pré-molares - quando irromperem os  permanentes.

- PACIENTES NA DENTIÇÃO PERMANENTE PRECOCE: 
Elásticos de Classe II
Aparelhos funcionais fixos
Extrações de 3 pré-molares - se houver protrusão e/ou ausência de selamento labial.

- PACIENTES NA DENTIÇÃO PERMANENTE TARDIA:
Elásticos de Classe II,
Extrações de 3 pré-molares - se houver protrusão e/ou ausência de selamento labial.

TIPO 2:
- PACIENTES NA DENTADURA MISTA OU PERMANENTE PRECOCE:
Aparelho extrabucal assimétrico;
 Extração de 1 pré-molar.

- PACIENTE NA DENTADURA PERMANENTE TARDIA:
Extração de 1 pré-molar.

TIPO COMBINADO:
Observar as característica da má oclusão para decidir tratar como Tipo 1 ou Tipo 2:
Apinhamento moderado, protrusão e ausência de selamento tratar como TIPO 1 - três extrações.
Mínimo ou nenhum apinhamento, bom perfil facial tratar com TIPO 2 - uma extração.

- Copyright © CETROblog - Hatsune Miku - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -