[ARTIGO] Avaliação da atresia maxilar associada ao tipo facial

 Home / Blog / [ARTIGO] Avaliação da atresia maxilar associada ao tipo facial

[ARTIGO] Avaliação da atresia maxilar associada ao tipo facial

Share Button

1. TÍTULO:
Avaliação da atresia maxilar associada ao tipo facial

2. AUTORES:
Marina Gomes Pedreira,
Maria Helena Castro de Almeida,
Katia de Jesus Novello Ferrer,
Renato Castro de Almeida.

3. PUBLICAÇÃO:
Dental Press J Orthod2010 May-June;15(3):71-7

23112006941294. RESUMO:

4.1. Objetivos: associar a atresia maxilar aos tipos faciais, verificar o dimorfismo entre os gêneros masculino e feminino, bem como a correlação entre os gêneros e os tipos faciais.

4.2. Métodos: inicialmente, a amostra constou de 258 telerradiografias da cabeça, em norma lateral. Após aplicada a análise do Vert de Ricketts, foram excluídas 108 telerradiografias, por não satisfazerem o critério de seleção.
Portanto, a amostra final foi de 150 telerradiografias e 150 modelos pertencentes a 150 indivíduos brancos na faixa etária de 14 anos a 18 anos e 11 meses, independentemente do tipo de má oclusão.
A mesma foi dividida em: 50 mesofaciais; 50 braquifaciais e 50 dolicofaciais. Para os 150 modelos, aplicou-se a análise de Schwarz.

4.3. Resultados: a presença da atresia maxilar na amostra selecionada correspondeu a 64% nos dolicofaciais, 58% nos braquifaciais e 52% nos mesofaciais.

4.4. Conclusões: não houve evidência de associação da atresia com o tipo facial. Quanto ao dimorfismo de gênero, foi proporcionalmente maior para
o dolicofacial masculino enquanto o feminino não apresentou proporções diferentes.

4.5. Palavras-chave: Atresia maxilar. Análise de Schwarz. Tipos faciais.

LINK PARA O ARTIGO: AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>